24 maio 2006

Serviço

Povo de Brasília, faça um favor a si mesmo e depois do expediente vá assistir ao filme A Concepção (em cartaz por aí já faz algum tempo - só soube agora).

Não discuta. Não reclame. Vá ao cinema. Visitando o site do filme, onde está o texto do diretor "Algumas palavras e motivações", vejo que a interpretação no meu post de 6 meses atrás não era tão viagem quanto então pensei. A melhor moldura para uma história sobre um tema universal como a busca de identidade só poderia ser BSB mesmo. Regional e universal na mesma obra, não é esse um dos requisitos para um clássico?

Se alguém te disser que o filme é sobre a juventude perdida de Brasília, pode chamar de burro. Pode mesmo, eu deixo. Vai lá ver, talvez você entenda um pouco da eterna busca de identidade de sua cidade e, de lambuja, um pouco da sua busca por identidade. Depois você me agradece. Na pior das hipóteses, se você não gostar do filme, ver Rosanne Holland já vale o preço do ingresso. (ah...Rosanne Holland...que puxa!)

1. Morte ao ego. 2. Ser uma nova personalidade a cada dia. 3. Toda memória deve ser apagada. 4. O dinheiro deve ser abolido. 5. A humanidade está doente, o concepcionismo é o caminho para a cura. 6. O concepcionista é uma fraude que dura 24 horas. 7. O caminho do excesso leva ao palácio da sabedoria. 8.? 9. Voa! 10. Tudo o que foi dito deve ser esquecido agora.

1 comentaram:

Raquel disse...

Boa sugestão.
Vai para minha lista.