27 setembro 2006

Des-homenagem póstuma

Um colega me enviou um email com esta reportagem do NoMínimo, parece que vão promover postumamente Vinícius de Moraes a embaixador.

A desgraça de ser contra o sistema, de ser um rebelde, um maldito, é que eventualmente o sistema o coopta. Com essa promoção póstuma, a instituição mais monárquica da república finalmente consegue fagocitar seu mais ilustre rebelde. É triste, suas lendas perderão a graça.

Se ele se importasse em ser embaixador, não teria sido quem foi. Não ter chegado a embaixador por ter sido um barnabé boêmio e relapso faz parte da mitologia Vinícius de Moraes. Por que então reincorporá-lo a uma instituição na qual nunca se sentiu totalmente integrado? É tão ruim assim admitir que um dos "gênios nacionais" considerava o Merré apenas como seu day job, algo para pagar as contas e financiar seu notório alcoolismo enquanto ele dava prioridade a outras coisas?

A não ser, é claro, que isso faça parte de uma iniciativa maior e o Itamaraty busque se redimir da caça aos "bêbados, viados e comunistas" promovida nos corredores da casa durante a ditadura (reza a lenda que a caçada parou quando perceberam que não sobraria ninguém). Se a reincorporação, ainda que póstuma, alcançar os demais demitidos que não alcançaram a fama, bacana.

PS1: O texto da reportagem é para lá de forçado...chamar a demissão de Vinícius de Moraes de "um dos atos mais brutais da ditadura militar" é de uma falta de noção...quem dera tivesse sido assim...

PS2: Me irrita essa glorificação de Garota de Ipanema por ser uma das músicas mais gravadas do mundo. A música é sinônimo de recepção de dentista e viagem de elevador - e é exatamente por isso que ela é tão gravada!!! Quem é que tem orgulho de música de elevador??

6 comentaram:

Bera-chan disse...

De acordo. Se tivesse continuado na carreira, o Vinny teria sido, com certeza, conselheiro do quadro especial _with lasers_.

Alem disso, eh injusto. Alguem perguntou ao defunto se ele queria ser reincorporado? Onde estao os direitos pos-humanos? Aposto que a expulsao devia ser um dos maiores orgulhos dele...

Ah! E o texto eh cretino. :D

Alex disse...

fala!

chegaram 20 pessoas no LLL pelo seu blog hoje mas nao estou vendo link nenhum....

que misterio eh esse? :)

abracos, alex

Marcelo disse...

Fui dos levados ao LLL pelo seu blog. Valeu pra conhecer, mas não volto. Não gostei da postura do cara, "sou inteligente e culto, por isso estou além do bem e do mal". Como se uma coisa tivesse a ver com outra!

Mamy disse...

Essa re-incorporação vai render uma graninha pra família? Talvez seja uma vantagem... se bem que eles, aparentemente, não são tão necessitados assim. Mas, sei lá... tantos filhos que ele teve, um dim-dim a mais é sempre bom.

Ana Luisa Tomé disse...

Minha máxima conclusão: faltou merda na minha vida.
Veja bem... Eu também tive um Guia do Estudante, passei pelo Freedom (realmente, no meu tempo, era Freedom e eu nem sabia da existência de algo parecido com “Pink&Blue”) e meu pai não teve a mesma oportunidade do que eu.
Mas acabei escolhendo uma profissão “não convencional” e agora acredito que nenhuma diplomacia me agüentaria.


Hehehe.
Só queria mesmo elogiar... As palavras saem tão facilmente de você que nem parecem saber o que estão fazendo.
Vim por indicação de uma amiga (Hilda Goseling) para ler “De minhas origens 4: o efeito borboleta” e agora já estou cheia de pretensões, me sentindo uma exploradora e leio todo o blog.

Parabéns.

Ana Luisa Tomé.

Chris disse...

Que injusti´ca com garota de Ipanema....